logo colégio lato sensu

Fundamental 2: Dicas para melhorar a aprendizagem dos alunos

[caption id="attachment_28925" align="aligncenter" width="970"]Aluno do Ensino Fundamental 2 do Lato Sensu *Foto tirada antes da pandemia do Coronavírus[/caption]

O colégio é o principal lugar no qual as crianças poderão aprender novos assuntos, fazer diferentes atividades e desenvolver suas habilidades sociais, principalmente no Ensino Fundamental 2. Entretanto, a educação precisa continuar em casa, com o apoio dos pais.

Neste post, daremos algumas dicas do que os pais podem fazer para continuar a educação dos filhos em casa, para que assim, eles consigam ter um rendimento melhor e absorver de forma eficaz os conteúdos. 

Reserve um local em casa para estudar

A primeira, é uma das mais importantes dicas, refere-se a definir um local para que seu filho possa estudar. Pode parecer algo simples, mas muitos pais erram em delimitar esse espaço, já que não levam em conta as necessidades dos jovens adolescentes. 

Aqui no Lato Sensu, colégio particular em Manaus, temos locais próprios para estudo, bem como uma biblioteca, entretanto, em casa ele também precisa de um cantinho para essa atividade.

É importante que o ambiente de estudo seja tranquilo, ou seja, um lugar em que muitas pessoas não transitem durante o dia, ou ouçam música e assistam TV o tempo todo. Isso acaba desconcentrando o estudante.

Caso não seja possível ter um cômodo específico para estudo, uma ideia é utilizar um escritório ou até mesmo o quarto do adolescente, já que costumam ser os locais mais tranquilos da casa.

Também é interessante deixar o espaço com a cara do seu filho, colocando alguns objetos decorativos que ele gosta, materiais que ele precisará durante os estudos,  principalmente aqueles que são disponibilizados pela escola, como os Roteiros de estudo, esquemas de aula, vídeoaulas entre outras coisas que o deixarão mais confortável e animado para estudar.

Diminua as distrações no ambiente

Principalmente nessa fase, pode ser muito fácil acabar se distraindo, seja pela TV ligada, alguma música ou aparelho eletrônico que ele acaba vendo e tendo vontade de utilizar. Por isso, é importante evitar deixar distrações no ambiente de estudos.

Evite deixar televisão, videogames, jogos e outras coisas perto do seu filho, pois podem atrapalhar os estudos, para que assim, ele consiga focar mais facilmente no dever de casa ou nos assuntos que estiver estudando.

Uma técnica interessante para ajudar na concentração e ajudar o seu filho a estudar melhor é a Pomodoro, que consiste em passar cerca de 25 minutos de concentração ininterrupta e fazer 5 minutos de descanso. 

Quando se completa um ciclo de 4 períodos de estudo e descanso, ele poderá ter uma pausa maior, de cerca de meia hora. Durante esse período de descanso, ele pode aproveitar para fazer um lanchinho, por exemplo.

Apesar de ser fundamental ter esses momentos de descanso, é importante que não gaste essa pausa em coisas que poderão o distrair mais do que o necessário, como o celular, já que ele poderá perder a noção da hora e, consequentemente, um tempo precioso de estudo.

Invista em criar uma rotina de estudos

Seu filho tem uma rotina de estudos? É importante que o ato de estudar em casa se torne algo rotineiro para ele, caso contrário, será cada vez mais difícil fazer com que isso se torne um hábito.

Busque definir um horário do dia para que ele estude, assim, saberá que todo dia precisará fazer essa atividade e logo ele estudará por conta própria, sem precisar que seja mandado ou avisado pelos pais.

É muito importante que ele faça isso com consistência, já que um dia de preguiça poderá resultar em outros com diferentes justificativas para não estudar, o que fará com que esse hábito tenha cada vez menos chance de ser concretizado.

Você pode começar fazendo com que seu filho dedique pelo menos 20 a 30 minutos do seu dia para estudar, depois, aumente progressivamente esse tempo, para que ele se acostume mais naturalmente com a ideia de ter uma rotina de estudos. 

Procure fazer dos estudos uma conversa diária

Como o assunto “estudos” é conversado na sua casa? Uma dica para fazer essa atividade se tornar mais frequente é conversar sobre o tema. Pergunte como foi o seu dia no colégio, se ele tem dificuldade em alguma matéria ou se tem vontade de estudar algo novo.

Dessa maneira, você faz com que o estudo se torne algo cotidiano dentro de casa, sendo mais fácil para que ele se lembre de estudar com frequência, já que será mais difícil esquecer.

É importante que ele não se sinta pressionado ou que os pais deem uma visão autoritária e negativados estudos, pois isso os motivará ainda mais a desenvolverem essa atividade em casa.

Além de uma figura paterna e/ou materna, os pais precisam se tornar amigos dos seus filhos, mostrando que estão dispostos a entender suas dificuldades e incentivá-los a fazer o que é certo e melhor para o seu futuro.

Dê o exemplo

Busque tirar momentos para estudar com seus filhos, se mostrando interessado nos assuntos que estão sendo abordados e explicando o quão importante é aprender os conteúdos e se dedicar aos estudos visando um futuro promissor. 

Entretanto, é importante que o adolescente no Ensino Fundamental anos finais tenha autonomia durante os horários de estudo, afinal, é ele quem precisa aprender. Procure se tornar um auxiliador e não um “chefe”, caso contrário, corre o risco de tornar  os momentos de estudos estressantes.

Ao contribuir para que os horários de estudo em casa não sejam tranquilos, você fará com que seu filho perca cada vez mais o interesse em estudar. 

Não transmita insegurança

A insegurança é algo que pode pesar na aprendizagem do aluno. Quando os pais começam a se questionar demais sobre a educação que estão dando aos seus filhos, ou até mesmo reclamando das inúmeras insatisfações, isso pode fazer com que eles se sintam desmotivados.

Portanto, pense em novas estratégias de ensino aprendizagem para ajudar no rendimento do seu filho, como mudar a forma como estuda, investir em aplicativos ou vídeos que ajudem sobre a matéria em que ele tenha mais dificuldade, etc.

E então, conseguiu entender como você pode ajudar o seu filho a estudar em casa e ter um melhor rendimento no colégio? Essa ajuda extra fará com que ele tenha uma motivação a mais para investir na sua própria educação e aprender coisas novas.

Gostou do texto? Assine a nossa newsletter e não perca mais nenhum conteúdo publicado em nosso blog!

Quero assinar a Newsletter!

Postado por Lato Sensu

10 de março de 2021

Palavras chave:

entre em contato

Entre em contato

Entre em contato que nós iremos responder assim que possível.

    Copyright © | - Todos os Direitos Reservado por

    Termos de Uso|Politica de Privacidade
    Ligarclique para ligar